A diferença do tratamento multidisciplinar no tratamento do câncer

O tratamento do câncer é muitas vezes associado ao oncologista. Mas, o tratamento multidisciplinar é fundamental para um bom resultado. 

Quanto mais diversa e multidisciplinar for a equipe responsável pelo tratamento do paciente, maiores as chances de sucesso. Além de maior a qualidade de vida do paciente durante o tratamento. 

Portanto, para entender o que é a equipe multidisciplinar e o papel de cada profissional dessa equipe, continue lendo o artigo até o final!

Qual é a importância do tratamento multidisciplinar no tratamento do câncer?

O câncer é uma doença que atinge muitas pessoas, mas possui várias versões diferentes. São vários tipos de tumores, que variam de acordo com a sua gravidade. 

Qualquer parte do seu corpo pode ser atingida por um câncer. Além de variar a gravidade do tumor, cada órgão também tem uma reação e gravidade diferentes. 

Por isso, o tratamento do câncer já começa de forma multidisciplinar. O médico que todos pensam quando falamos em câncer é o oncologista

Este é o profissional especializado na doença, e geralmente quem cuida do tratamento. Mas, tudo começa com um médico específico que vê que tem algo errado no seu corpo. 

Por exemplo, se for câncer de mama, muitas vezes começa com a sua ginecologista, ao lhe examinar e pedir os seus exames preventivos

Como é uma doença muito complexa, envolvendo várias partes do corpo, são muitos os tratamentos possíveis. O que exige uma equipe multidisciplinar para a melhor solução. 

Diversas são as etapas em um tratamento de câncer e cada uma delas envolve muitos profissionais, além do oncologista. 

Juntando profissionais especializados em cada área é possível unir os conhecimentos para proporcionar um melhor diagnóstico e tratamento

Além disso, o tratamento do câncer não é muito fácil para o paciente, podendo afetar várias partes do seu corpo e da sua vida. Quanto maior a equipe que cuida do paciente, melhor ele será assistido para que tudo ocorra.

Quais as equipes envolvidas no tratamento multidisciplinar?

O oncologista é o profissional responsável por avaliar o tumor, identificando o seu tipo, o seu estágio e a real situação do paciente. Então, com essas informações, ele define qual é o melhor tratamento. 

Ou seja, se será quimioterapia, radioterapia – ou tantos outros tipos, qual é a dosagem, se há ou não necessidade de cirurgia, e por aí vai.

Mas, além do oncologista, que é o principal profissional associado ao tratamento de câncer, alguns outros são fundamentais também nesse momento. 

1. Nutricionista 

Há a necessidade de ter um nutricionista e, em alguns casos, também um nutrólogo na equipe multidisciplinar do paciente. Pois, muitas vezes a doença e o seu tratamento exigem uma dieta diferenciada e específica. 

O tratamento do câncer pode gerar algumas dificuldades para o corpo, sendo então necessário um plano nutricional para manter o seu metabolismo funcionando corretamente. 

Com esse acompanhamento, é possível se manter o mais saudável possível dentro da situação, para reduzir ao máximo os efeitos colaterais do tratamento. 

2. Psicólogo 

A doença em si já assusta muita gente, pois há sempre o medo de que o pior aconteça. Além disso, o tratamento pode ser muito cansativo e desanimador. 

Por isso, em um momento tão delicado e talvez o maior desafio na vida de muitas pessoas, o acompanhamento de um psicólogo é fundamental. 

Passar por esse momento sem o auxílio de um profissional de saúde mental pode ser muito complicado e deixar marcas para o resto da vida. 

A saúde emocional influencia muito o tratamento também, por isso, é muito importante ter um profissional que lhe ajude a lidar com essa doença. O psicólogo irá lhe ajudar a entender o que está acontecendo com você e como lidar com isso da melhor maneira possível. 

3. Odontologista 

Muita gente não sabe, mas o paciente que está fazendo tratamento de câncer, por ficar com imunidade baixa, precisa tomar muito cuidado com possíveis infecções na cavidade bucal. 

Antes de iniciar o tratamento, o ideal é que o paciente seja encaminhado para um odontologista, para que seja analisado se há alguma infecção que possa comprometer o tratamento do paciente. 

Então, é preciso que esse acompanhamento continue sendo feito durante e depois do tratamento, pois a quimioterapia e a radioterapia podem gerar algum efeito colateral bucal, como sangramentos e mucosite.

4. Equipe radioterápica 

Um dos tratamentos mais utilizados para o tratamento do câncer é a radioterapia. Esse tratamento exige uma equipe profissional específica para isso. 

Pois, são os profissionais que irão fazer o tratamento que o oncologista indicou, posicionando o paciente corretamente e controlando o equipamento radioterápico. 

Ainda, nessa equipe os dosimetristas são os responsáveis por analisar quais são as áreas de risco que precisam de proteção no paciente. Por último, os físicos que definem a dosagem e intensidade de radiação no tratamento.

5. Fisioterapeuta 

Algumas equipes de tratamento de câncer possuem também o fisioterapeuta. Esse profissional pode atuar prevenindo ou tratando qualquer complicação funcional que possa surgir do tratamento do câncer. 

É muito comum o paciente ficar muito fraco, sentir dores no corpo e muito cansaço. Por isso, a fisioterapia auxilia reduzindo os sintomas e os seus impactos, para garantir uma boa qualidade de vida para o paciente, durante e após o tratamento.

6. Enfermeiros 

O apoio ao paciente é essencial para a recuperação do paciente

Assim como para qualquer paciente que faz algum tratamento, o enfermeiro é fundamental para o paciente com câncer. Pois, são eles os responsáveis por administrar os medicamentos ao paciente. 

Além disso, eles acompanham todos os procedimentos, colhem todas as informações sobre como o tratamento está indo, tanto do ponto de vista médico, quanto para o paciente. 

Com isso, os enfermeiros auxiliam a identificar os efeitos colaterais e repassar para o oncologista.

Conclusão

Com uma equipe multidisciplinar, o tratamento do paciente contra o câncer fica mais completo e mais seguro. Traz ao paciente uma melhor perspectiva e qualidade de vida durante o tratamento. 

Tendo profissionais de diversas áreas, o diagnóstico será mais exato, o tratamento escolhido será o melhor possível e ainda terá como diagnosticar e tratar todos os efeitos colaterais do processo. 

Então, você sabia que a equipe responsável pelo tratamento de câncer deve ser multidisciplinar? Compartilhe essa informação também com alguém que precisa!

Gostou desse produto? Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram