5 sinais importantes de que você pode estar sofrendo com uma doença no coração. Saiba como diagnosticar o problema!

Ter uma doença no coração é motivo de grande preocupação, principalmente porque esse é um dos principais órgãos vitais para que uma pessoa consiga viver bem.

Muitas pessoas são negligentes quanto a sua saúde e deixam para buscar ajuda quando sentem algo mais grave. Uma série de sintomas que podem indicar um mau funcionamento do órgão podem aparecer e ainda assim as pessoas não se darem conta disso.

Por isso é muito importante que não só exames anuais aconteçam, como também que haja um olhar mais apurado sobre o seu corpo e as mudanças que ele vem enfrentando.

Se você quer saber quais são os sinais que mais possuem chances de estar com uma doença no coração e como fazer para que possa diagnosticá-la, continue lendo.

Leia também o artigo: Telemedicina: 5 ferramentas que facilitam a vida do paciente” e “Saúde mental: 10 sinais que seu trabalho está causando depressão

Quais são os sinais de doença no coração que mais aparecem?

Existem algumas doenças cardíacas que podem gerar suspeitas por conta de alguns sinais e sintomas que apresentam no corpo. Por exemplo, quando uma pessoa sente muita falta de ar, cansaço, palpitações, etc, esses podem ser fortes indícios.

No entanto, suspeitas só podem ser confirmadas por meio de exames e investigação mais detalhada por meio do cardiologista. Grande parte das doenças não aparece de forma repentina.

Sendo assim, ela vai se desenvolvendo ao longo dos anos, o que torna a questão dos sintomas um pouco menos evidente de início. Isso pode acabar causando algumas confusões no indivíduo.

Por essa razão é que algumas doenças só são descobertas depois de exames de rotina terem sido feitos.

Um ponto negativo nisso tudo é que não estar atento aos sinais que o corpo vai produzindo ao longo do tempo pode fazer com que você encare uma situação mais complexa depois.

E as consequências de descobrir uma doença no coração depois que ela está avançada é que se torna muito mais complicado e difícil de tratar.

Então, para que você não passe por essa situação e se mantenha alerta aos sinais do corpo, veja quais são os sintomas mais comuns que provocam complicações nessa área.

Dores no peito

Dor no peito pode ser por conta de diversos fatores que não possuem ligação com doença no coração. Por exemplo, gases, ataque de pânico e problemas respiratórios podem fazer com que isso aconteça.

No entanto, quando se refere a alguma doença cardiovascular, as dores são bem agudas e elevadas, dando uma sensação de ardência, descrita como se fosse um aperto no peito.

Essa dor se mantém por mais de 20 minutos. Ao sentir sintomas assim de dores fortes, é vital que você procure ajuda em um hospital o mais rápido possível.

Batidas irregulares

De maneira geral, um coração saudável bate de modo regular. Já um coração que apresenta batidas irregulares, é sinal de atenção. Se o seu coração acelera sem que haja nenhum estímulo para que isso aconteça, isso pode ser por conta de alguma doença no coração.

Dentre as variáveis que se encontram nesse caso, o coração pode bater devagar demais (bradicardia) ou então acelerar demais (taquicardia).

Cianose e frio nas mãos e pés

Saiba aqui quais são os principais sintomas de problema no coração

Os dois sintomas podem estar ligados a algum tipo de insuficiência cardíaca. Isso porque sintomas como esses podem ter ligação com a deficiência de envio de sangue para as extremidades do corpo.

O indivíduo que possui cianose, tem uma coloração azul nas pontas dos dedos. Pode ocorrer que os lábios também tenham essa coloração mais azulada.

Já os frios nas mãos e pés pode indicar que o coração não está bombeando de maneira constante o sangue para que ele chegue nas extremidades do corpo.

Falta de ar

O sintoma mais característico de que algo não vai bem é quando ocorre a perda de fôlego ao realizar ações de rotina simples. O sintoma pode ser confundido por falta de condicionamento físico.

No entanto, quando nos referimos a falta de ar nas ações de rotina, estamos falando de esforços realmente pequenos. Por isso é importante investigar para saber os motivos que estão levando a essa falta de ar extrema.

Tontura e desmaios

Quando os sintomas de tonturas e desmaios ocorrem de modo recorrente, é preciso se atentar ao motivo pelo qual eles andam acontecendo. Uma das razões ligadas a isso é uma possível patologia no coração.

Quais os fatores de risco e como prevenir alguma doença no coração?

Os fatores de risco ocorrem em pessoas que são hipertensas, têm colesterol alto, são diabéticas, sofrem com obesidade, possuem má alimentação e não se exercitam regularmente.

Essas são as pessoas que têm os maiores riscos de sofrerem com uma doença no coração, então, se você se enquadra em um desses setores, é preciso que você tenha cuidado e fique alerta a esses sinais.

Fumantes e alcoólatras também entram no quadro de risco, podendo desenvolver sérios problemas cardiológicos. Por essa razão, a realização dos exames que avaliam a saúde do coração se torna fundamental de se fazer.

A confirmação de que existe alguma patologia só pode ser feita por meio de exames que façam a avaliação da forma e da função do coração. Alguns deles são:

  • Raio-x de tórax;
  • Eletrocardiograma;
  • Ecocardiograma;
  • Teste de esforço.

O cardiologista também pode indicar exames de sangue para averiguar a dosagem de alguns elementos que podem se alterar a partir do momento que um infarto ocorreu.

A prevenção da doença é simples. Basta que o indivíduo se alimente bem, pratique exercícios e realize exames de check-up periódicos para acompanhar sua saúde.

Conclusão

Por fim, apresentamos aqui alguns dos diversos sinais que o corpo indica quando há algum problema acontecendo por parte cardíaca. É fundamental que as pessoas prestem atenção neles.

Principalmente porque deixar com que eles se agravem é algo muito perigoso que pode gerar diversas consequências que prejudicam severamente a vida de quem desenvolveu alguma doença no coração.

Portanto, nenhum cuidado é demais quando se trata de um dos principais e mais importantes órgãos do nosso corpo.

Conte aqui se você sente um ou mais desses sintomas e compartilhe este conteúdo com mais pessoas para que o alerta sobre procurar por ajuda seja emitido.

 

Gostou desse produto? Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram